Na Aleam, Josué Neto cobra BR-319 ao destacar 51 anos da Zona Franca

Foto: Felipi Augusto

Ao falar do aniversário de 51 anos da Zona Franca de Manaus, o deputado estadual Josué Neto (PSD) disse, nesta quarta-feira (28), que a recuperação da BR-319 ainda é uma das principais reivindicações dos representantes dos setores industrial e comercial do Amazonas. Segundo ele, existe uma articulação de parlamentares do Amazonas e da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) junto ao governo federal para o desembaraço do processo de recuperação da estrada.


“Mais um aniversário da Zona Franca e, infelizmente, nós ainda  não temos muita coisa a celebrar. Temos diversos problemas na  logística, no sistema viário do Distrito Industrial, a Zona Franca do Paraguai, e a BR-319 que ainda não foi recuperada.  A esperança que temos é que existe uma movimentação de parlamentares e da Fieam para que possamos ter em definitivo a BR-319 revitalizada”, disse.
Em seu discurso, o deputado ainda ressaltou que é graças ao modelo Zona Franca que o Amazonas tem recursos e consegue manter os serviços prestados à população. “É esse modelo que consegue trazer recursos para o Estado, que consegue fazer com que o Poder Público tenha a arrecadação necessária fazer com que os serviços cheguem à população não só da capital, mas do interior do Estado também”, disse.
O deputado Josué Neto esteve no último dia 8 de  fevereiro no evento de abertura dos trabalhos da Fieam e disse que existe uma grande cobrança das indústrias em torno da recuperação da BR-319, principalmente porque o transporte de insumos, matéria-prima, e frete de mercadorias é o que encarece os produtos e torna mais atrativo comprar de outras cidades onde há condições de transportar mercadorias por terra, que é mais barato que avião e mais rápido que balsas.

Compartilhe...