Deputada Jovem Thamires Pereira toma posse no Parlamento Jovem

Foto: Joel Arthus

A estudante Thamires Pereira, de 17 anos, e mais 23 deputados eleitos para a 12ª edição do programa Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) tomaram posse, nesta quinta-feira (9), em Sessão Solene realizada no Plenário Ruy Araújo. Os jovens deputados e os seus suplentes foram eleitos nas escolas públicas do Estado.

Thamires é aluna da Escola Estadual Gilberto Mestrinho, no bairro Colônia Antonio Aleixo, zona Leste da capital e é representante do presidente da Casa, deputado Josué Neto, nesta edição do Parlamento Jovem, que existe desde 2008.

Durante seu discurso, Josué afirmou que os jovens deputados estavam teoricamente entrando numa vida pública. “Quem quiser prosseguir se apaixonando pela vida pública vai continuar. Conheço vários jovens que fizeram parte desse programa e hoje são militantes na juventude de seus partidos, em suas escolas. Sabemos que vocês estão se preparando para, quem sabe no futuro, serem candidatos ou até mesmo participarem de uma administração através dos seus conhecimentos”, disse.

A jovem deputada Thamires contou que após a escola ser escolhida para participar do programa, que é coordenado pela Escola do Legislativo, ela foi a mais votada por seus amigos para representar a unidade de ensino.

“Acredito que venci por já ter um histórico positivo na escola e por sempre contar com o apoio dos professores. Está sendo uma experiência maravilhosa, porque sei que todos vão levar o que aprender aqui para a vida”, frisou a aluna.

O presidente da Aleam lembrou que o importante do programa é que a juventude tem a oportunidade de entender como funciona uma Casa Legislativa e pediu que os jovens deputados levem as experiências para os seus convívios e contribuam nesse momento em que a classe política do país tem sido vista com descrédito, combatendo as divulgações falsas, as conhecidas “fake news”.

Nos próximos dias os 24 estudantes titulares e seus suplentes irão acompanhar as atividades legislativas e elaborar propostas que, se aprovadas, poderão virar projetos de lei que serão analisados pelos deputados.

 

Compartilhe...