Josué aponta soluções pra salvar vidas em reunião com secretária de saúde

Na reunião convocada pelos deputados estaduais para ouvir a secretária de saúde do Amazonas, Simone Papaiz, nesta quarta-feira (22), o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Josué Neto (PRTB), detalhou uma série de medidas que deveriam e devem ser adotadas pelo Governo e disse que o Amazonas poderia ter hoje 825 leitos equipados para atender pacientes com o novo coronavírus (Covid-19) se nos últimos dois meses os recursos do Executivo tivessem sido aplicados de forma correta. 

De acordo com Josué, o número corresponde a leitos que já existem hoje nas unidades que estão disponíveis para o Estado mas faltam equipamentos. “Nós temos a capacidade no Hospital de Campanha Nilton Lins de 400 leitos. Pelo que eu sei, não há 30 leitos hoje disponíveis lá. No Delphina Aziz a capacidade são de 350 leitos, tem apenas 50 funcionando. A Beneficente Portuguesa tem 44 leitos, sendo que nenhum está sendo utilizado pelo Governo. O Hospital Getúlio Vargas tem 31 leitos e também nenhum sendo utilizado pelo Estado. Totaliza na rede pública 825 leitos”, disse.

O parlamentar afirmou que os equipamentos das UTI (Unidades de Terapia Intensiva), EPIs para os profissionais da saúde e demais materiais para abastecer as unidades de saúde já deveriam ter sido comprados. Ele explicou que nos últimos dois meses e meio o Estado utilizou R$ 736 milhões para pagar dívidas antigas quando poderia ter usado parte dos recursos para compra de equipamentos.

“Esses 736 milhões, não ele na sua totalidade mas 200 milhões poderia ter sido utilizado para a salvar as vidas que já se foram e a as vidas que serão ceifadas hoje amanhã, semana que vem, próximo mês de maio e próximo mês de junho” disse ele lembrando que a média de mortes hoje em Manaus é de 100 pessoas por dia.

 

Receba nossas notícias atualizadas

No spam guarantee.

Compartilhe...

tv josué neto

Arquivos